domingo, 4 de maio de 2008

DIA DA MÃE

Dia da MÃE 4 de Maio
Hoje em dia, muitos de nós celebram o Dia da Mãe com pouco conhecimento de como tudo começou. No entanto, podemos identificar-nos com o respeito, o amor e a honra demonstrados por Anna Jarvis há 104 anos atrás.

Anna Jarvis em 1904, quando a sua mãe morreu, chamou a atenção na igreja de Grafton para um dia especialmente dedicado a todas as mães. Três anos depois, a 10 de Maio de 1907, foi celebrado o primeiro Dia da Mãe, na igreja de Grafton, reunindo praticamente família e amigos. Nessa ocasião, a sra. Jarvis enviou para a igreja 500 cravos brancos, que deviam ser usados por todos, e que simbolizavam as virtudes da maternidade. Ao longo dos anos enviou mais de 10.000 cravos para a igreja de Grafton – encarnados para as mães ainda vivas e brancos para as já desaparecidas – e que são hoje considerados mundialmente com símbolos de pureza, força e resistência das mães.
Apesar de ter passado mais de um século, o amor que foi oficialmente reconhecido em 1907 é o mesmo amor que é celebrado hoje e, à nossa maneira, podemos fazer deste um dia muito especial.

Assim, a escolinha dos lápis, não podia deixar de homenagear este dia tão peculiar.


A turma fez várias prendinhas nas aulas de actividades extra curriculares (AECs) e gravou um DVD onde dedicou uma linda canção a todas as mães do mundo e, mensagens muito especiais, às mães desta turminha.

Sem comentários: